Assista a todos os vídeos do Compartilhe RS deste domingo (16)


Com inclusão, música e reciclagem, o programa contou histórias que estão fazendo a diferença em cidades do estado. Compartilhe RS – 16/09/2018
O Compartilhe RS, da RBS TV, deste domingo (16) é um convite para pensar e fazer a diferença. O programa destacou iniciativas que estão abraçando pessoas e comunidades pelo Rio Grande do Sul.
Em Passo Fundo, no Norte do estado, um projeto une reciclagem com o trabalho de apenados. Detentos do Instituto Penal da cidade produzem vassouras usando garrafas pet e, assim, reduzem o tempo da pena, além de contribuir com o meio ambiente.
Apenados do Instituto Penal de Passo Fundo produzem vassouras com garrafas pets
Já em Porto Alegre, é o trabalho de apenas um homem como referência que atinge inúmeras pessoas. Ídolo nos gramados, o ex-jogador de futebol Tinga dedica parte de seu tempo para manter e participar de projetos sociais. Neste ano, Tinga foi homenageado na 21ª edição do Troféu Guri, em Esteio.
Ídolo no futebol, Tinga também se destaca fazendo trabalho social
A música também foi atração no programa. No palco, Isabel Ferrari conversou com a cantora Camila Lopez, que apresentou o seu trabalho cantando músicas da gaúcha Elis Regina.
Cantora Camila Lopez apresenta seu trabalho cantando Elis Regina
Foi usando o som dos instrumentos musicais que uma escola de São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, encontrou uma forma de incentivar os alunos a se dedicarem aos estudos. A iniciativa já apresenta resultados e faz parte do mapa que reúne boas práticas na educação da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho.
Usando o som dos instrumentos, escola de São Leopoldo incentiva o estudo
E com o tema ‘Inclusão e Diversidade’ e apoio de toda a comunidade, a banda marcial da Mocidade AMAVTRON desfilou pelas ruas do bairro Santa Tereza, em Porto Alegre.
Mensagem deste domingo (16)
Confira a mensagem do Compartilhe RS deste domingo (16)
Leia a notícia completa em G1 Assista a todos os vídeos do Compartilhe RS deste domingo (16)

O que você pensa sobre isso?