Anthony Garotinho tem direito de votar suspenso pelo TRE


Político vota na 98ª Zona Eleitoral, em Campos dos Goytacazes, no RJ. Garotinho teve a candidatura barrada e o direito de votar suspeso nesta quinta-feira (27)
Reprodução/TV Globo
Além de ter a candidatura ao governo do Estado do Rio barrada, Anthony Garotinho (PRP), registrado na 98ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, está impedido de votar na Eleição 2018. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (27) e confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
Segundo o TRE, o impedimento acontece porque Anthony Garotinho já tem uma condenação criminal transitada em julgado, ou seja, finalizada e que não cabe recurso.
Neste caso, a lei prevê a suspensão dos direitos políticos do condenado, que incluem o direito de votar e ser votado, enquanto durar a pena. No caso de Garotinho, a decisão é válida por dois anos e oito meses.
Candidatura barrada
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou nesta quinta-feira (27), por unanimidade, o registro da candidatura de Anthony Garotinho (PRP) ao governo do Rio de Janeiro.
Todos os 7 membros da Corte votaram por negar recurso da defesa contra decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), que já havia barrado a candidatura, com base na lei da Ficha Limpa.
Em tese, Garotinho ainda poderá recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas a decisão do TSE terá efeito imediato. Com isso, o ex-governador foi impedido de fazer campanha e veicular propaganda no rádio e na TV.
Na sessão do TSE, a ministra Rosa Weber votou a favor de Garotinho manter a campanha enquanto ainda houver possibilidade de recurso, mas foi vencida pelos outros seis ministros.
A defesa de Garotinho informou que deverá recorrer da decisão do TSE. A estratégia é tentar obter decisões liminares na Justiça que revertam a condenação do ex-governador por improbidade administrativa.
Leia a notícia completa em G1 Anthony Garotinho tem direito de votar suspenso pelo TRE

O que você pensa sobre isso?