Amapá gerou 542 empregos em julho; resultado é o melhor dos últimos cinco anos


Resultado do Caged foi divulgado nesta quarta-feira (22) pelo Ministério do Trabalho. Comércio e construção civil foram os setores que mais contrataram no estado, enquanto extrativismo demitiu. Setor do comércio teve maior saldo positivo de empregos com carteira assinada no Amapá
Rita Torrinha/G1
O estado do Amapá gerou, em julho, 542 empregos com carteira assinada, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O dado representa o melhor julho dos últimos cinco anos. A pesquisa foi disponibilizada pelo Ministério do Trabalho nesta quarta-feira (22).
Os setores com maior saldo positivo foram construção civil (com 429 admissões e 226 demissões) e comércio (com 976 contratações e 657 desligamentos). Já os setores extrativo mineral (16 contratações e 34 demissões) e da agropecuária (com 10 admissões e 20 demissões) apresentaram mais demissões que admissões. Veja abaixo os saldos referentes a julho.
Comércio: +320
Construção civil: +203
Serviços: +45
Indústria de transformação: +6
Extrativa mineral: -18
Agropecuária: -10
Serviços industriais e de utilidade pública (Siup): -3
Administração pública: -1
Em julho de 2017 o Caged apontou que 203 pessoas haviam conseguido emprego com carteira assinada. No ano anterior o saldo já se apresentou negativo, com a demissão de 404 trabalhadores em todos os setores.
Se comparado ao mês de junho deste ano, o saldo é ainda mais positivo. O sexto mês do ano apresentou o pior quadro da economia em 15 anos, com saldo absoluto de emprego formal no estado foi de menos 536 postos de trabalho formais.
Os números atuais mostram a reação na economia local, mas o resultado final ainda é preocupante. A base da pesquisa é feita nos municípios com mais de 30 mil habitantes. No caso do Amapá, são considerados os dados relativos às cidades de Laranjal do Jari, Macapá e Santana. Juntas, a diferença entre admissões e demissões não é grande. Foram 1.976 contratações e 1.482 demissões. Veja números abaixo.
Laranjal do Jari
Admissões: 17
Demissões: 21
Macapá
Admissões: 1.735
Demissões: 1.354
Santana
Admissões: 224
Demissões: 107
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
Leia a notícia completa em G1 Amapá gerou 542 empregos em julho; resultado é o melhor dos últimos cinco anos

O que você pensa sobre isso?