'A hierarquia precisa ser respeitada', diz vice-líder do PSL sobre briga interna


BRASÍLIA – Após a discussão no WhatsApp entre a deputada eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) e o deputado reeleito Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ser revelada pelo GLOBO, o vice-líder da bancada do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), disse que “a hierarquia precisa ser respeitada”. As mensagens revelam uma disputa de poder dentro do partido. Joice, que pretende ser líder da legenda a partir do ano que vem, irritou colegas ao participar de articulações no Congresso, mesmo sem ter ainda mandato parlamentar. Depois de minimizar a discussão e tratar o caso como “debate”, no qual “nem todos são corintianos, alguns são flamenguistas e tem gente que é de outro time”, Waldir reforçou que os deputados recém-eleitos devem se abster de tomar à frente das negociações com o Congresso. – O líder do PSL é o Eduardo, que em razão de seu papel na área internacional, deixou o cargo para mim. Agora, quem faz a articulação é quem tem mandato e está no Congresso. A hierarquia precisa ser respeitada. Quem tiver mandato é quem pode conversar de fato, tratar da tramitação dos projetos. Segundo uma fonte da transição ouvida pelo GLOBO, Waldir é o favorito da família Bolsonaro para ser o líder do partido em 2019. Mas, quando perguntado sobre o assunto, o parlamentar desconversou e voltou a falar indiretamente sobre o comportamento de Joice. – Isso só vai ser decidido em 2019. Ninguém pode chorar antes do tempo. É preciso muito trabalho para construir os blocos. Sobre a menção à hipótese de que o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), possa colocar pautas-bomba para votação, Waldir afirmou que é preciso ter atenção. Na quarta-feira, quando foi alterada a Lei de Responsabilidade Fiscal para beneficiar prefeitos que estouram o gasto permitido com o funcionalismo, Waldir se sentiu isolado. – (Estou) Muito solitário, pedi até atenção ao PSDB, fomos os únicos partidos a votar contra.
Leia a notícia completa em O Globo ‘A hierarquia precisa ser respeitada’, diz vice-líder do PSL sobre briga interna

O que você pensa sobre isso?