26 de setembro, quarta-feira

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado. Três mil assassinatos em 1 mês. Este é o número de homicídios registrados em julho no Brasil, segundo o levantamento mais recente do Monitor da Violência, do G1. No ano, já são 30 mil mortes violentas. Candidatos ao governo dizem como irão reduzir esses crimes em SP e no RJ. A cada 2 anos, o mesmo rumor está de volta, e o #FATO ou #FAKE explica que é mentira que a maioria dos votos nulos suspende o resultado da eleição. No STF, termina hoje o prazo para o ministro Lewandowski marcar o julgamento do recurso contra a condenação do ex-presidente Lula. O que é notícia nesta quarta-feira:
Monitor da Violência
Mapa mostra mortes violentas em julho no Brasil
G1
Pelo menos 2.995 pessoas foram assassinadas no mês de julho no Brasil. O número, porém, é ainda maior, já que quatro estados não divulgam os dados. O índice nacional de homicídios, do Monitor da Violência, ferramenta criada pelo G1, permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. Já são 29.980 vítimas registradas nos primeiros sete meses deste ano.
PÁGINA ESPECIAL: Mapa mostra mortes violentas no país
ANÁLISE DO FBSP: Para reduzir homicídios, Brasil precisa conseguir contabilizar as vítimas
ANÁLISE DO NEV: No Norte e Nordeste, os dez estados mais violentos do Brasil
Eleições 2018
Candidatos ao governo do RJ dizem como irão reduzir os homicídios e combater a violência contra a mulher
Candidatos ao governo de SP dizem como irão reduzir os homicídios e combater a violência contra a mulher
Maioria dos votos nulos anula a eleição? #FAKE

Editoria de Arte / G1
Uma mensagem que circula na internet pelo menos desde 2010 defende o voto nulo e diz que, se essa opção alcançar maioria, a eleição é anulada e todos os candidatos são impossibilitados de concorrer novamente. Esse rumor ganha força a cada dois anos e está de volta. Mas é #FAKE. Entenda.
Ex-presidente preso
O ministro Ricardo Lewandowski durante sessão do STF
Rosinei Coutinho / STF
Termina hoje o prazo para o ministro Ricardo Lewandowski, do STF, liberar para julgamento recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a decisão que o condenou. No plenário virtual, o placar estava 7 a 1 contra Lula, mas Lewandowski pediu vista, e o caso vai agora para o plenário físico.
Curtas e Rápidas:
Mitsubishi Eclipse Cross: primeiras impressões
Mega-Sena pode pagar R$ 2,5 milhões nesta quarta
Ex-presidente da Gaviões da Fiel vai a júri acusado de matar palmeirense em 2005
Mitsubishi Eclipse Cross parte de R$ 150 mil e chega em novembro
Futebol
Copa do Brasil – Semifinais – jogos de volta
21h45: Corinthians x Flamengo
21h45: Cruzeiro x Palmeiras
Previsão do tempo
Confira previsão do tempo para a quarta-feira (26)
Veja a previsão do tempo por regiões
Hoje é dia de…
Dia Nacional dos Surdos
Leia a notícia completa em G1 26 de setembro, quarta-feira

O que você pensa sobre isso?