Secretaria de Educação de Mogi das Cruzes realiza feira Cultural e Empreendedora do Crescer, neste domingo

Artesanatos, doces e salgados poderão ser adquiridos das 9h às 15h. Cerca de 44 alunos do Crescer vão expor e vender seus produtos na feira deste domingo (21).
Ney Sarmento/Prefeitura de Mogi das cruzes
Neste domingo (21), o Centro Municipal de Apoio à Educação de Jovens e Adultos, de Mogi das Cruzes, realizará a Feira Cultural e Empreendedora do Crescer, com itens produzidos pelos alunos durante as aulas no programa.
O evento também terá oficinas de fotografia, guirlandas natalinas em papel, enfeites de árvore Natal em feltro e maquiagem. A feira será no Parque Centenário, das 9h às 15h.
Quarenta e quatro expositores apresentarão seu talento nas áreas de artesanato e culinária aos visitantes. Peças confeccionadas em EVA, feltro, fuxico, além de bonecos em tecido, pintura em vidros e camisetas, chinelos bordados, cartonagem e patcholagem, corte e costura, moda bebê, tricô e moda pet.
Na área de culinária, haverá venda de doces finos, pão de mel, tortas salgadas e doces, bolos e salgados. Durante o evento, também será feito um tour do projeto Mogilínguas, que oferece cursos gratuitos online nos idiomas inglês, francês e espanhol.
Oficinas
A Feira Cultural e Empreendedora terá 20 oficinas, que poderão atender até 20 alunos por hora. As oficinas de fotografia, guirlandas natalinas em papel, enfeites de árvore de Natal em feltro e maquiagem serão realizadas em cinco edições nos horários das 10h, 11h, 12h, 13h e 14h.
As inscrições serão feitas no momento do evento. O evento faz parte da programação do Outubro da Educação, um mês dedicado a apresentar atividades e projetos que fazem da educação na cidade.
Leia a notícia completa em G1 Secretaria de Educação de Mogi das Cruzes realiza feira Cultural e Empreendedora do Crescer, neste domingo

Crime da 113 Sul: ex-delegada Martha Vargas é presa 6 meses após condenação em 2ª instância

Investigadora usou vidente em investigação e planou provas, segundo Justiça. Em julho, ela perdeu aposentadoria. Delegada Martha Vargas durante as investigações do “crime da 113 Sul”
Reprodução/TV Globo
A ex-delegada Martha Vargas foi presa, na tarde deste sábado (20), pela Polícia Civil do Distrito Federal. Ela foi condenada em segunda instância a 16 anos de prisão pela má condução das investigações do caso que ficou conhecido como “crime da 113 Sul”.
O G1 aguarda a confirmação da Polícia Civil para saber onde ela ficará detida.
O documento que pediu a execução da prisão foi expedido na segunda-feira (15) pelo juiz Nelson Ferreira Junior, da 6ª Vara Criminal de Brasília.
Entenda o crime da 113 Sul
Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.
Leia a notícia completa em G1 Crime da 113 Sul: ex-delegada Martha Vargas é presa 6 meses após condenação em 2ª instância

5 razões pelas quais a Arábia Saudita tem um peso internacional tão grande – apesar das inúmeras polêmicas

Entenda o que está em jogo em um momento em que os sauditas estão sob escrutínio global após morte de jornalista crítico ao regime. Jamal Khashoggi, jornalista crítico ao governo da Arábia Saudita, desapareceu após entrar no consulado do seu país em Istambul
Mohammed al-Shaikh/AFP
A morte de um jornalista crítico ao governo saudita, depois de ter entrado no Consulado da Arábia Saudita em Istambul, tem colocado em evidência as complexas relações diplomáticas das maiores potências globais com um dos regimes mais autoritários e conservadores do mundo.
Na quarta-feira, a imprensa turca divulgou áudios que seriam do momento em que Jamal Khashoggi teria sido preso, interrogado, decapitado e desmembrado por agentes da Arábia Saudita, em 2 de outubro, dentro do consulado em solo turco – onde o jornalista estaria para coletar documentos.
Inicialmente, o governo saudita negou ter sido responsável pelo desaparecimento de Khashoggi, que morava nos Estados Unidos e era um crítico do regime saudita, comandado pelo príncipe Mohammed bin Salman. Mas, nesta sexta-feira, a TV estatal do regime confirmou que o jornalista foi morto no consulado.
O caso tem tido repercussão mundial e voltou a chamar atenção para o histórico saudita de violação de direitos humanos e de linha dura contra dissidentes.
Em reação, o mais importante fórum econômico realizado no Oriente Médio, agendado para o dia 23 na capital saudita, Riad, teve uma onda de cancelamentos – desde a diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, até grandes empresários afirmaram terem desistido de ir ao evento para se distanciar do regime de Salman.
O presidente americano, Donald Trump, chegou a ameaçar com “punição severa” caso haja confirmação da participação saudita no caso e afirmou que pedirá uma cópia dos áudios divulgados, mas também deixou claro que não gostaria de se afastar da Arábia Saudita.
“A Arábia Saudita é um aliado muito importante, (com quem) estamos contendo o Irã. É também um tremendo comprador de equipamentos militares e outros itens”, afirmou o presidente americano.
“Eles (sauditas) se comprometeram a comprar US$ 456 bilhões (R$ 1,69 trilhão) em produtos e US$ 110 bilhões (R$ 408,4 bilhões) em equipamentos militares. São os maiores acordos da história do país, talvez do mundo.”
É uma evidência do peso que a Arábia Saudita exerce no cenário internacional – e que a BBC News Brasil detalha a seguir.
Suprimento e preço do petróleo
A Arábia Saudita possui cerca de 18% das reservas comprovadas de petróleo do mundo e é a maior exportadora global do combustível, segundo a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). Isso lhe dá poder e influência significativos.
Se, por exemplo, os Estados Unidos ou outro país impusessem sanções aos sauditas, seu governo poderia responder cortando a própria produção de petróleo, o que – com a queda na oferta – levaria a um aumento no preço internacional do combustível, a não ser que outro país compensasse elevando sua produção.
Em um editorial publicado no domingo, o gerente-geral da TV estatal saudita Al Arabiya, Turki Aldakhil, afirmou que sanções impostas ao seu país resultariam em “um desastre econômico que chacoalharia o mundo inteiro”.
“Se o preço do petróleo a US$ 80 deixou Trump irritado, não devemos descartar (a possibilidade) de o preço subir para US$ 100, US$ 200 ou mesmo o dobro disso”, escreveu.
Contratos militares
A Arábia Saudita tinha o terceiro maior orçamento de defesa do mundo em 2017, de acordo com o Instituto Internacional de Pesquisas de Paz de Estocolmo (Sipri, na sigla em inglês).
Também no ano passado, o país assinou um contrato de US$ 110 bilhões de compra de armas dos Estados Unidos, que pode alcançar até US$ 350 bilhões ao longo de dez anos. O acordo foi comemorado pela Casa Branca como o maior da história do país, como destacou Trump.
Outros países fornecedores de armamento aos sauditas incluem Reino Unido, França e Alemanha.
O editorial de Aldakhil também sugere que, diante de sanções, a Arábia Saudita poderia responder trocando fornecedores – entregando seus contratos para países como China e Rússia.
Segurança e terrorismo
Potências ocidentais destacam que a Arábia Saudita tem um papel crucial na segurança do Oriente Médio e no combate ao extremismo.
A premiê britânica, Theresa May, defendeu a manutenção de uma relação próxima com os sauditas, a despeito de o Exército saudita estar sendo acusado de crimes de guerra no conflito civil em curso no Iêmen – uma das mais graves crises humanitárias da história recente.
May justificou-se afirmando que a colaboração com a Arábia Saudita “tem ajudado a manter as ruas britânicas mais seguras” de atos extremistas.
O reino saudita, que é o berço do islã, é parte da coalizão internacional de combate ao grupo extremista autodenominado Estado Islâmico e, no ano passado, formou a Coalizão Militar Islâmica de Contraterrorismo, com outros 40 países muçulmanos.
Aldakhil especulou que “será coisa do passado a troca de informações entre Riad (capital saudita), Estados Unidos e países ocidentais” – algo considerado crucial no combate ao extremismo em cidades ocidentais – se forem tomadas medidas em resposta ao desaparecimento de Khashoggi.
Alianças regionais
A Arábia Saudita (sunita) é um importante aliado americano para contrabalancear a influência do Irã (xiita) no Oriente Médio.
E os dois países islâmicos têm se enfrentado mutuamente há décadas nos chamados “conflitos por procuração” da região, em que apoiam e financiam lados opostos, por exemplo, na guerra civil do Iêmen.
Outro exemplo é a Síria, onde os sauditas apoiam facções que buscam a derrubada do presidente Bashar al-Assad, e os iranianos (junto com a Rússia) ajudaram a virar o conflito em favor do governo sírio.
Em seu editorial, Aldakhil alertou que uma melhora nas relações entre Arábia Saudita e Rússia decorrente de possíveis sanções e mudanças de contratos poderia levar “a uma aproximação e até mesmo reconciliação com o Irã”, país que é grande adversário dos Estados Unidos.
Comércio e investimento
Outra questão central é o acesso ao mercado saudita. A comercialização de bens e serviços entre Estados Unidos e Arábia Saudita totalizou US$ 46 bilhões em 2017, com US$ 5 bilhões de superávit para os americanos.
O Departamento de Comércio estimou que as transações comerciais entre os dois países responderam por estimados 165 mil empregos nos Estados Unidos em 2015. Há, ainda, a expectativa de Trump por mais aquisições sauditas de bens americanos.
Em um exemplo de como a Arábia Saudita reage quando contrariada, o país congelou em agosto todas as novas transações comerciais com o Canadá em retaliação a uma “interferência” nos assuntos “soberanos” do reino – no caso, um pedido canadense para que fossem libertadas ativistas de direitos civis.
O reino também vetou importações de grãos canadenses e repatriou milhares de cidadãos que estudavam em universidades canadenses com financiamento do governo saudita.
Leia a notícia completa em G1 5 razões pelas quais a Arábia Saudita tem um peso internacional tão grande – apesar das inúmeras polêmicas

Lei municipal proíbe que mototaxistas trabalhem por aplicativo em Cacoal

Categoria ainda aguarda análise da prefeitura. Secretário Municipal de Trânsito não deu previsão de quando a proposta será analisada. Mototaxistas aguardam liberação da prefeitura para trabalharem por aplicativo.
Reprodução/Rede Amazônica
Um grupo de mototaxistas de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho, aguarda a liberação da prefeitura para trabalharem por meio de aplicativo de celular. No entanto, há uma lei municipal que barra o atendimento, gerando impasse entre a classe e a administração municipal. O aplicativo já foi adquirido.
Para comprarem o aplicativo, 16 mototaxistas se uniram e pagaram juntos. O dispositivo facilita aos usuários contratarem o profissional para a corrida, além de calcular previamente o preço da rota. Ainda assim, o serviço não pode ser usado em Cacoal.
Eliéser Mendes faz parte do grupo que dispõe do aplicativo. Ele trabalha como mototaxista desde 2006.
“Há três meses surgiu a oportunidade de trabalhar com o aplicativo. Já fomos na prefeitura, no Ministério Público, na Câmara de Vereadores para conseguir a liberação, mas não estamos conseguindo”, reclamou.
Mototaxistas tentam liberação desde agosto deste ano.
Reprodução/Rede Amazônica
Os mototaxistas tentam trabalhar desde agosto pelo aplicativo. Sem a liberação, eles podem ser multados por causa de uma lei municipal que dispõe sobre o transporte remunerado de passageiros por meios digitais. Foi o que aconteceu com o Eliéser há cerca de 30 dias.
“Mandou eu parar, dei a seta, estacionei e parei, ai eles falaram que iriam me autuar. Eu questionei o motivo e qual seria o artigo, já que estava todo legalizado como manda a lei federal e municipal. Mesmo assim disseram que estava irregular, pois a prefeitura ainda não havia autorizado o funcionamento do aplicativo”, contou o mototaxista.
No caso dos motoqueiros, o pedido não foi aceito pelo município. O secretário Municipal de Trânsito, Charles Duarte, explicou como a aplicação desta lei acontece.
Contou ainda que passou dois meses trabalhando no assunto e informando que o decreto municipal deveria ser cumprido. Nesse período poderia haver notificações.
“O Supremo Tribunal Federal (STF) entende que esse tipo de trabalho vai levar a sociedade a uma comodidade ‘bacana’, mas quando se protocola um documento na prefeitura, não dá o direito de você trabalhar. Para isso, é necessária uma permissão para que possa transitar com o veículo”, explicou o secretário.
Charles Duarte não deu previsão de quando a solicitação da categoria será analisada pela prefeitura.
Veja mais notícias da região no G1 Cacoal e Zona da Mata.
Leia a notícia completa em G1 Lei municipal proíbe que mototaxistas trabalhem por aplicativo em Cacoal

Projeto de samba recebe Lucy Alves e Karynna Spinelli, no Recife

Cantora Gerlane Lops comanda o Recife Samba de PE, na sede do Galo da Madrugada, no sábado (27). A cantora Lucy Alves
Divulgação / Sergio Baia
O projeto Recife Samba de PE completa sete anos com duas convidadas especiais: Lucy Alves e Karynna Spinelli. As duas vozes femininas se unem à anfitriã do projeto, Gerlane Lops, para uma noite dedicada ao samba na sede do Galo da Madrugada, no bairro de São José, no Recife, no sábado (27).
Lucy Alves, que participou do The Voice Brasil, em 2013, e da novela “Velho Chico”, lançou recentemente o EP Santo Forte, que traz sonoridade voltada ao pop.
Já Karynna Spinneli é fundadora do Clube do Samba do Recife, que acontece periodicamente no Morro da Conceição, e carrega influência de artistas consagrados, entre eles Henrique Annes, Canhoto da Paraíba e Nuca.
Os ingressos, à venda no local, custam R$ 50 (inteira) e R$ 200 (mesa para quatro pessoas).
Serviço
Recife Samba de PE recebe Lucy Alves e Karynna Spinelli
Sábado (27), a partir das 19h.
Sede do Galo da Madrugada – Rua da Concórdia, 984, Bairro de São José – Recife
Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 200 (mesa para quatro pessoas).
Leia a notícia completa em G1 Projeto de samba recebe Lucy Alves e Karynna Spinelli, no Recife

Apesar do gol de Ronaldo, Juventus cede empate ao Genoa

A Juventus tinha tudo para arrancar uma vitória fácil do Genoa, neste sábado, pela 9ª Rodada do Campeonato Italiano: está na liderança da temporada, com 24 pontos (sete acima do segundo colocado), jogava em casa, tinha pela frente um ocupante do meio da tabela e contava com Cristiano Ronaldo entre os titulares. A força do elenco, que até agora mantinha a Velha Senhora com 100% de aproveitamento na liga, desta vez não foi suficiente para bater os adversários, que estavam atrás no placar, mas encostaram e deixaram tudo igual, em 1 a 1.Cristiano Ronaldo fez o seu aos 18 minutos do primeiro tempo, após aproveitar jogada de Cancelo, que entrou na área pela esquerda e arriscou para o gol. A bola, desviada, parou no camisa 7, que aproveitou a confusão dos rivais na pequena área para empurrar a bola para dentro da meta. Este foi o 400º gol do português em ligas europeias. A soma se dá por 84 marcados no Campeonato Inglês, pelo Manchester United; 311 no Espanhol, pelo Real Madrid; e, agora, cinco no Italiano, pela Juventus.A vantagem se manteve até os 22 do segundo tempo, após lance de Kouamé pela direita. O jogador cruzou para Bessa, que ficou livre na pequena área para empatar o placar. O resultado não representa riscos para a Juve, que ganhou um ponto e foi para 25. Das 9 partidas que disputou até agora, a equipe de Turim passa a ter oito vitórias e o empate desta rodada. O Genoa subiu para a décima posição, e agora tem 13 pontos.Abrindo a rodada, ainda neste sábado, o Spal venceu a Roma fora de casa, por 2 a 0.
Leia a notícia completa em O Globo Apesar do gol de Ronaldo, Juventus cede empate ao Genoa

Concursos públicos têm mais de 190 vagas em Pernambuco

Somente na Adagro, são 140 vagas e salários de até R$ 4.860. Na Secretaria de Planejamento do Recife, são 25 vagas e salários de até R$ 7,3 mil. Sede da Adagro fica no Parque de Exposições do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife
Reprodução/TV Globo
Concursos públicos e seleções simplificadas com inscrições abertas reúnem, em Pernambuco, mais de 240 vagas. Há oportunidades tanto para nível superior, quanto para médio e técnico. Os salários vão até R$ 11 mil. Confira abaixo a relação:
Adagro
A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) está com as inscrições abertas para o concurso público com 90 vagas para assiste de defesa agropecuária, com exigência de nivel técnico, e outras 50 para fiscal estadual agropecuário, de nível superior.
Os salários são de até R$ 4.860,21 e o edital completo pode ser consulado no site da IAUPE. As inscrições vão até o dia 8 de novembro. A taxa é de R$ 50 para o cargo de assistente de defesa agropecuária e de R$ 64 para o de fiscal estadual agropecuário.
Marinha
O Serviço Militar Voluntário de Oficiais para o 3º Comando do Distrito Naval da Marinha do Brasil oferece 6 vagas para Pernambuco, além de oportunidades para outros estados. Para o estado, são vagas para as áreas de enfermagem, ciências contábeis, biblioteconomia, física e matemática.
Os salários base são de R$ 11 mil, considerando as gratificações. As inscrições são feitas através do site da Marinha e vão até o dia 31 de outubro. A taxa é de R$ 127.
Prefeitura do Recife
A Secretaria de Planejamento, Administração e Gestão de Pessoas do Recife está com as inscrições abertas para o concurso público com 25 vagas. As oportunidades são para cargos de nível médio e superior. Os salários variam de R$ 1.603,50 até R$ 7.374,00.
Cinco vagas são para nível médio, para o cargo de Analista de Gestão Pública. Há também cinco vagas para Analista em Gestão Contábil, com exigência do curso superior em Ciências Contábeis. As outras 15 vagas são para qualquer curso de nível superior, sendo dez para os cargos de Analista de Gestão Administrativa e cinco para Analista de Planejamento, Orçamento e Gestão.
As inscrições devem ser feitas no site da Fundação Carlos Chagas, organizadora do certame. A taxa é de R$ 100 para os cargos de nível superior e R$ 75 para os de nível médio.
MPPE
O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) está com concurso visando preencher 23 vagas imediatas, além de cadastro de reserva. O salário inicial é de R$ 4.809,54, para cargos que exigem ensino superior, e R$ 3.171,52, para cargos de nível médio.
As vagas de nível médio são para o cargo de Técnico Ministerial – Administrativa. Já as vagas de nível superior são para Analista Ministerial com oportunidades para 11 diferentes formações.
As inscrições devem ser feitas no site da Fundação Carlos Chagas, organizadora do certame. A taxa é de R$ 110 para os cargos de nível superior e R$ 75 para os de nível médio.
Prefeitura de Olinda
A Secretaria de Saúde de Olinda abriu uma seleção simplificada com 48 vagas de níveis médio, técnico e superior. Os salários de até R$ 7 mil.
As inscrições podem ser feitas até 30 de outubro, na sede da Secretaria de Saúde de Olinda, na Rua do Sol, nº 311, no Carmo.
Além da ficha de inscrição preenchida, o candidato deve anexar cópias dos documentos de identidade, CPF, comprovante de residência e certificado de conclusão de escolaridade de uma instituição reconhecida oficialmente pelo Ministério da Educação.
O processo é feito em uma única etapa de avaliação curricular, que consiste na análise da experiência profissional e dos títulos dos candidatos. O edital está disponível no Diário Oficial dos Municípios do dia 16 de outubro.
Leia a notícia completa em G1 Concursos públicos têm mais de 190 vagas em Pernambuco

Fatec de Praia Grande tem inscrições abertas para o vestibular

No total, são 320 vagas disponíveis para quatro cursos na unidade. Fatec de Praia Grande, SP
Divulgação
A Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Praia Grande, no litoral de São Paulo, está com inscrições abertas para o vestibular. No total, são 320 vagas disponíveis para quatro cursos na unidade. A prova da instituição de ensino está marcada para 9 de dezembro.
Para realizar a inscrição, é necessário acessar o site da faculdade. No endereço eletrônico, o candidato deve preencher todos os campos solicitados. É necessário imprimir o boleto e pagar a taxa de inscrição, no valor de R$ 70. O prazo limite para o procedimento é 13 de novembro, às 15h.
Os detalhes para o dia da prova estão disponíveis na internet no ‘Manual do Candidato’, e é possível efetuar o download do material.
Confira as vagas disponíveis na Fatec Praia Grande:
Análise e desenvolvimento de sistema – 40 vagas – período noturno
Análise e desenvolvimento de sistema – 40 vagas – período vespertino
Comércio exterior – 40 vagas – período noturno
Comércio exterior – 40 vagas – período matutino
Gestão empresarial – 40 vagas – período matutino
Gestão empresarial – 40 vagas – período noturno
Processos químicos – 40 vagas – período matutino
Processos químicos – 40 vagas – período noturno
Leia a notícia completa em G1 Fatec de Praia Grande tem inscrições abertas para o vestibular

Fogo na EMS é controlado e casas no entorno estão livres de risco, diz Corpo de Bombeiros

Incêndio na empresa em Hortolândia começou por volta das 11h30 e, segundo a corporação, está confinado em uma área próximo de uma câmara fria. Não há prazo para fim do trabalho dos Bombeiros. Por conta da fumaça, moradores das 12 casas evacuadas ainda não foram autorizados a voltar aos imóveis. Incêndio na indústria farmacêutica EMS é confinado, em Hortolândia (SP)
O Corpo de Bombeiros confirmou que o fogo que atinge a indústria farmacêutica EMS, em Hortolândia (SP), desde as 11h30 deste sábado (20), foi controlado por volta das 17h. O major Wilson Lago destacou que o incêndio está confinado próximo a uma câmara fria, mas os trabalhos não têm prazo para acabar. Parte do teto da empresa cedeu e as equipes avançam com cautela no combate às chamas.
De acordo com o major do Corpo de Bombeiros, 12 casas no entorno da EMS precisaram ser evacuadas, mas no momento não há mais risco de incêndio nos imóveis. A Defesa Civil também fez a avaliação nas residências, mas os moradores ainda não foram autorizados a voltar por conta da fumaça tóxica.
Confira vídeos e fotos do incêndio na EMS
Pela manhã, a EMS realizou um evento que chegou a ter cerca de 100 crianças com suas famílias, segundo informações apuradas pela EPTV no local. Próximo ao horário do início do incêndio, havia aproximadamente 30 crianças, disseram os trabalhadores. Todos foram retirados da indústria quando o plano de evacuação foi colocado em prática.
Em nota, a EMS confirma que o incêndio atingiu o almoxarifado da empresa em Hortolândia.
“O Corpo de Bombeiros chegou ao local rapidamente e o fogo está controlado. A Brigada de Emergência funcionou imediatamente, evacuando todos os espaços. Não houve feridos. As causas estão sendo investigadas”, diz o texto.
Incêndio de grandes proporções atinge indústria farmacêutica EMS em Hortolândia
André Natale/EPTV
Turno interrompido
Funcionários disseram à reportagem da EPTV que haveria um turno às 14h20, e eles não entraram para trabalhar. Representantes do Sindicato dos Químicos estão no local, mas não entraram na empresa por medidas de segurança.
Uma das maiores empresas do ramo farmacêutico, a EMS foi fundada há 50 anos, tem capital 100% brasileiro e exporta para mais de 40 países.
Segundo informações da companhia, a EMS possui o maior portfólio no Brasil entre anti-inflamatórios, analgésicos, antibióticos, antiulcerosos, anti-hipertensivos, anti-helmínticos, antidiabéticos, corticoides tópicos e antigripais.
Não há informações sobre prejuízos.
Fumaça do incêndio na EMS, em Hortolândia (SP), ainda pode ser observada de longe
Victória Cócolo/G1
Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Leia a notícia completa em G1 Fogo na EMS é controlado e casas no entorno estão livres de risco, diz Corpo de Bombeiros

Idoso morre ao bater moto em poste após em avenida de Campo Grande

Vítima teria sido fechada por um carro que não ficou no local. Um idoso de 60 anos morreu ao bater a motocicleta que pilotava em um poste, por volta das 6h (de MS) deste sábado (20), em avenida Prefeito Heráclito Figueiredo, prolongamento da Ernesto Geisel.
De acordo com informações do boletim de ocorrência, perícia preliminar apontou que a vítima foi fechada por um carro e acabou batendo no poste.
O idoso morreu no local. Marcas de pneus foram encontradas na calçada. A polícia deve solicitar imagens de câmeras de segurança para esclarecer o fato, que foi registrado como morte a esclarecer.
Leia a notícia completa em G1 Idoso morre ao bater moto em poste após em avenida de Campo Grande